Banner Portal
Ritornelo e TikTok
Foto de capa: Antonio Carlos Dias Júnior
PDF

Palavras-chave

Educação
Mídias
Contemporaneidade
TikTok
Estudos culturais

Como Citar

TAKARA, Samilo. Ritornelo e TikTok: problematizações pedagógicas da mídia. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 26, n. 00, p. e024012 , 2024. DOI: 10.20396/etd.v26i00.8667442. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8667442. Acesso em: 14 jun. 2024.

Resumo

Este texto problematiza o TikTok como rede produzida por meio do uso de artefatos midiáticos como os smartphones e a possibilidade de pensar o uso do conceito de ritornelo, tal como empregam Gilles Deleuze e Félix Guattari (2014), no texto Acerca do Ritornelo. Diante da compreensão da sonoridade como um dos efeitos que territorializam espaços na vida e, em diálogo com a contribuição das pedagogias culturais investigadas por autorias dos Estudos Culturais, este texto tem por objetivo problematizar as possibilidades pedagógicas do TikTok. Este é um estudo qualitativo, exploratório e bibliográfico e investe analíticas na proposta de problematizar os efeitos pedagógicos da mídia contemporânea na educação das subjetividades. Desse modo, compreende-se que os áudios acionados em diferentes tipos de produções nessa rede, como a dublagem, o dueto e a costura, possibilitam a criação de ritornelos que localizam aspectos pedagógicos acerca dos modos de ser, estar e agir na contemporaneidade.

https://doi.org/10.20396/etd.v26i00.8667442
PDF

Referências

ANDRADE, Paula Deporte de. Pedagogias culturais - uma cartografia das (re)inveições do conceito. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 2016. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/143723. Acesso em: 20 nov. 2020.

BARIN; Clauia Smaniotto; ELLENSOHN, Ricardo Machado; SILVA, Marcelo Freitas da. O uso do TikTok no contexto educacional. Revista Novas Tecnologias na Educação. UFRGS, v. 18. n. 2., p.630-639, 2020.

CAMOZZATO, Viviane Castro. Da pedagogia às pedagogias - formas, ênfases e transformações. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grade do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 2012.

CASTELLS, Manuel. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. Tradução Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Acerca do ritornelo. In: DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Félix. Mil Platôs: capitalismo e esquizofrenia 2, vol. 4. Trad. Suely Rolnik. São Paulo: Editora 34, 2012. p.121-179.

HAN, Byung-Chul. Sociedade do Cansaço. Trad. Enio Paulo Giachini. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

HAN, Byung-Chul. No enxame. Notas sobre o digital. Petrópolis, RJ: Vozes, 2018.

JOHNSON, Richard. O que é, afinal, Estudos Culturais? In: SILVA, Tomaz Tadeu da. (org.). O que é, afinal, Estudos Culturais? 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. p.7-131

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia – estudos culturais: identidade e política entre o moderno e o pós-moderno. Trad. Ivone Castilho Benedetti. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

MONTEIRO, Jean Carlos da Silva. TikTok como novo suporte midiático para a aprendizagem criativa. Revista Latino-Americana de Estudos Científicos. v.1, n. 2. UFES, UNEB, UNIVASF e UFBA, 2020. p.5-20.

SANTOS, Boaventura Sousa. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra, PT: Almedina, 2020.

SAQUET, Marcos Aurélio; CANDIOTTO, Luciano Zanetti Pessôa; ALVES, Adilson Francelino. Construindo uma concepção reticular e histórica para estudos territoriais. In: PEREIRA, Silvia Regina; COSTA, Benhur Pinós; SOUZA, Edson Belo Clemente de (org.). Teorias e práticas territoriais: análises espaços-temporais. São Paulo: Expressão Popular, 2010. p.53-68

SILVA JÚNIOR, Jader Lúcio da; FARBIARZ, Alexandre. Meu professor é um tiktoker: uso de vídeos curtos como ferramenta educativa em mídias sociais. ANAIS do 43º INTERCOM – Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. 2020. p.1-14. Disponível em: https://portalintercom.org.br/anais/nacional2020/resumos/R15-2411-1.pdf. Acesso em: 19 jul. 2021.

SILVERSTONE, Roger. Por que estudar a mídia? 2. ed. São Paulo: Loyola, 2005.

TAKARA, Samilo; TERUYA, Teresa Kazuko. Mídia e educação: problematizando noções de território midiático. n. 27. Textura. Canoas, RS, 2013. p.126-139

TERUYA, Teresa Kazuko. Trabalho e educação na era midiática: um estudo sobre o mundo do trabalho na era da mídia e seus reflexos na educação. Maringá,PR: Eduem, 2006.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 ETD - Educação Temática Digital

Downloads

Não há dados estatísticos.