O tempo geológico em livros didáticos de Geografia: uma avaliação

una evaluación

Autores

  • Danilo Mosca da Costa Universidade Estadual de Campinas
  • Edson Roberto de Souza Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v15i0.8657611

Palavras-chave:

Geociências, Eras geológicas, Livros didáticos de geografia

Resumo

O Tempo Profundo ou História Geológica da Terra é marcado ou dividido em éons e eras, além de períodos e épocas, cada qual com acontecimentos fundamentais e importantes que propiciaram a evolução estrutural do planeta e o desenvolvimento das diversas formas de vida. A dinâmica pode ser algo vislumbrante para jovens estudantes do ensino básico, pois são assuntos que despertam o interesse comum em entender a origem e história do planeta, dentro de uma perspectiva científica. Uma das principais formas que a maioria dos alunos possui para aprender a temática é por meio do livro didático de geografia, disciplina que abrange diversos assuntos das geociências no âmbito escolar. Nesse trabalho, discutiremos que recursos alguns autores de livros didáticos de geografia têm se utilizado para representar ou explicar a história geológica da Terra, assunto fundamental para a compreensão do desenvolvimento do planeta e de nosso papel como espécie.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danilo Mosca da Costa, Universidade Estadual de Campinas

Mestrando, Programa de Pós-Graduação em Ensino e História de Ciências da Terra, Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas.

Edson Roberto de Souza, Universidade Estadual de Campinas

Professor colaborador do Programa de pós graduação em Ensino e História de Ciências da Terra (PEHCT/IG/UNICAMP).

Referências

Albuquerque, M. A. M. (2011). Ensino de geografia: livros didáticos e currículos. In: Vasconcelos Jr, R. E. P.; Vasconcelos, J. G.; Santana, J. R.; Haiashida, K. A.; Fialho, L. M. F.; Rodrigues, R. M.; & Andrade, F. A. [orgs.]. (2011). Cultura, Educação, Espaço e Tempo. Fortaleza: Edições UFC. p. 317-333.

Antunes, C. A.; Pereira, M. C.; & Vieira, M. I. (2012). Geografia e participação. 6 ano. 2 ed. São Paulo: IBEP.

Boligian, L.; Martinez, R.; Garcia, W.; & Alves, A. (2012). Geografia, espaço e vivência: introdução à ciência geográfica. 4 ed. São Paulo: Saraiva.

Brahic, A.; Tapponnier, P.; Brown, L. R.; & Girardon, J. (2002). A mais bela história da Terra: as origens de nosso planeta e os destinos do homem. Rio de Janeiro: DIFEL.

Carneiro, C. D. R.; Almeida, F. F. M.; Gonçalves, P. W.; & Uhlein, A. (2012). Um olhar geológico... para o tempo profundo. In: Hasui, Y.; Carneiro, C. D. R.; Almeida, F. F. M.; & Bartorelli, A. (2012). Geologia do Brasil. São Paulo: Beca. p. 24-31.

Cordani, U. G.; & Picazzio, E. (2009). A Terra e suas origens. In: Teixeira, W.; Fairchild, T. R.; Toledo, M. C. M.; Taioli, F. (2009). Decifrando a Terra. 2 ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional. p. 78-107.

Costa, L. B. (2012). Os manuais escolares como documentos históricos. Disponível em: https://studylibpt.com/doc/3452637/os-manuais-escolares-como-documentos-hist%C3%B3ricos. Acesso 12 nov 2018.

Fairchild, T. R.; Teixeira, W.; & Babinski, M. (2009). Geologia e a descoberta da magnitude do tempo. In: Teixeira, W.; Fairchild, T. R.; Toledo, M. C. M.; & Taioli, F. (2009). Decifrando a Terra. 2 ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional. p. 280-305.

Fonseca, F. P.; Costa, G. P.; Oliva, J.; & Giansanti, R. (2012). Geografia: um olhar sobre o planeta Terra. São Paulo: Editora AJS.

Molina, O. (1988). Quem engana quem? Professor x livro didático. 2 ed. Campinas, SP: Papirus.

Moreira, I. (2012). Mundo da geografia. 6 ano. Curitiba: Positivo.

Moreira, J. C.; & Sene, E. (2012). Projeto Velear: geografia. São Paulo: Scipione.

Rua, J. (1998). O Professor, o Livro Didático e a Realidade Vivida pelo Aluno como Recursos para o Ensino de geografia. Porto Alegre / AGB-PA, Boletim Gaúcho de Geografia, 1(24), 87-96. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/bgg/article/view/39129/26309. Acesso 12 nov.2018.

Silva, S. M. A. (2011). Os meus livros de histórias: memórias e reflexões de uma professora sobre o livro didático de história. In: Vasconcelos Jr., R. E. P.; Vasconcelos, J. G.; Santana, J. R.; Haiashida, K. A.; Fialho, L. M. F.; Rodrigues, R. M.; & Andrade, F. A. [orgs.]. (2011). Cultura, Educação, Espaço e Tempo. Fortaleza: Edições UFC. p. 287-299.

Suguio, K.; & Suzuki, U. (2003). A evolução geológica da Terra e a fragilidade da vida. São Paulo: Blücher.

Torrezani, N. C. 2012). Vontade de saber geografia. 6 ano. 1 ed. São Paulo: FTD.

Vesentini, J. W. (2008). Para uma geografia crítica na escola. São Paulo, Editora do Autor. Disponível em: www.passeidireto.com/arquivo/22792011/para-uma-geografia-critica-na-escola. Acesso: 12 nov.2018.

Downloads

Publicado

2019-11-22

Como Citar

COSTA, D. M. da .; SOUZA, E. R. de . O tempo geológico em livros didáticos de Geografia: uma avaliação: una evaluación. Terræ Didatica, Campinas, SP, v. 15, p. e019051, 2019. DOI: 10.20396/td.v15i0.8657611. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8657611. Acesso em: 8 dez. 2022.