A geologia que não se ensina nos livros didáticos de ciências do 6º ano nas escolas municipais de Maceió, AL, Brasil

Autores

  • Josilaine Santina da Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Fábio Braz Machado Universidade Federal de São Paulo https://orcid.org/0000-0002-7475-3166
  • Danilo Missias Teixeira Universidade Estadual de Campinas
  • Marcelo Martin Zafalon Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v15i0.8657614

Palavras-chave:

Ciências, Ensino de geologia, Livro didático.

Resumo

Neste trabalho são discutidas a qualidade e a importância dos livros didáticos de Ciências em uso nas turmas de 6º ano do ensino fundamental II nas escolas municipais de Maceió-AL com vigência de 2017 até 2019. Busca-se também destacar a relevância do ensino de Geologia na educação básica diante da formação dos alunos. No procedimento de pesquisa foi adotado o método de análise do conteúdo (AC) que consiste em etapas e categorias definidas. A análise foi aplicada por meio de uma categoria: representações visuais (mapas, fotografias e ilustrações/representações esquemáticas). Trabalhou-se com o tema Geologia, a partir dos seguintes conteúdos: O Tempo Geológico; A Estrutura do Interior da Terra; Às Teorias Relacionadas as Placas Tectônicas; Minerais e Rochas; Fenômenos Naturais de Origem Geológica e Solos. Entre os principais resultados obtidos, identificaram-se os problemas relacionados as representações visuais, envolvendo a qualidade gráfica e ausência dos principais elementos que auxiliem na leitura e interpretação das representações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josilaine Santina da Silva, Universidade Estadual de Campinas

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino e História de Ciências da Terra, Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas.

Fábio Braz Machado , Universidade Federal de São Paulo

Professor Adjunto IV na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) ministrando aulas de Geoquímica, Geoquímica Ambiental, Geodiversidade e Patrimônio Geológico.

Danilo Missias Teixeira, Universidade Estadual de Campinas

Atualmente é aluno do programa de Pós-Graduação em Ensino e História de Ciências da Terra, na Universidade Estadual de Campinas.

         

Marcelo Martin Zafalon, Universidade Estadual de Campinas

Atualmente Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Geociências/EHCT, pela Universidade Estadual de Campinas.

                   

Referências

Bonito, J. (1999). Da importância do ensino das geociências: algumas razões para o “ser” professor de geociências. In Trindade, V.; Fialho, I.; Bonito J.; & Cid, M. (Orgs). (1999). Metodologia do ensino das ciências. Investigação e prática dos professores. Évora: Universidade de Évora.

Carneiro, C. D. R.; Toledo, M. C. M.; & Almeida, F. F. M. de. (2004). Dez motivos para a inclusão de temas de Geologia na educação básica. Rev. Bras. Geoc., 34(4), 553-560. doi: 10.25249/0375-7536.2004344553560.

Compiani, M. (2005). Geologia/Geociências no Ensino Fundamental e a Formação de Professores. São Paulo: Geol. USP, Publ. Espec., 3, 13-30.

Compiani, M. (2006). Linguagem e percepção visual no ensino de Geociências. Pro-posições, 17, 1,85-104, 2006. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/37701/28871. Acesso 09.jun.2018.

Orion, N.; & Charles Jr., R. A. (2006). Learning Earth Sciences. Science Teaching. In: Abell, S. Appleton, K. Hanuscin, DL. Manual de Pesquisa em Educação Científica. Nova Iorque: Routledge.

Pedrinaci, E.; Alcalde, S.; Alfaro, P.; Almodóvar, G.R.; Barrera J.L.; Belmonte, Á.; Brusi, D.; Calonge, A…. & Roquero, E. (2013). Alfabetización en Ciencias de la Tierra Earth Science Literacy. Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, 21(2), 117-129. URL: http://www.raco.cat/index.php/ECT/article/view/274145/362238. Acesso 29.01.2018.

Press, F.; Grotzinger, J.; Siever, R.; Jordan, T. H. (2006). Para Entender a Terra. 4 ed. Porto Alegre: Bookman.

Sánchez, L. E. (2008). Avaliação de impacto ambiental: conceitos e métodos. 2 ed. São Paulo: Oficina de textos, 2008.

Schäffer, N. O. (2003). O livro didático e o desempenho pedagógico: anotações de apoio à escolha do livro texto. In: Castrogiovanni, A. C.; Callai, H. C.; Schaffer, N. O.; & Kaercher, N. A. (Orgs.). (2003). Geografia em sala de aula: Práticas e reflexões. 4 ed. Porto Alegre: UFRGS.

Souza, E. R. (2015). O potencial didático das imagens geocientíficas em livros de textos do ensino Secundário: representação da dinâmica interna da Terra. Campinas, SP, Tese (Doutorado em Ciências), Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas.

Sposito, M. E. B. (2006). Livros didáticos de geografia e história: avaliação e pesquisa. São Paulo: Cultura Acadêmica.

Downloads

Publicado

2019-11-23

Como Citar

SILVA, J. S. da .; MACHADO , F. B. .; TEIXEIRA, D. M. .; ZAFALON, M. M. . A geologia que não se ensina nos livros didáticos de ciências do 6º ano nas escolas municipais de Maceió, AL, Brasil . Terræ Didatica, Campinas, SP, v. 15, p. e019053, 2019. DOI: 10.20396/td.v15i0.8657614. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8657614. Acesso em: 28 nov. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)