Lugares geoeducativos da cidade de Caçapava do Sul (RS) para estudo de Geologia no ensino médio

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v16i0.8658837

Palavras-chave:

Geosítios, Urbanização, Ensino, Aprender, Geologia urbana

Resumo

Este artigo tem como objetivo descrever vivências obtidas a partir de atividades práticas envolvendo educandos do Ensino Médio, discentes do Curso de Geologia e seus educadores. O objetivo principal dessas atividades foi a seleção e investigação de lugares de interesse geológico com fins didáticos na cidade de Caçapava do Sul, RS, como proposta de ensino-aprendizagem. A observação e seleção dos lugares iniciou com a combinação de desenvolver debates sobre Geologia e cotidiano. Foram selecionados aqueles que estivessem próximos da escola para facilitar a mobilidade das turmas, segurança dos envolvidos e disponibilidade de tempo. Após cinco encontros, onde foi dialogado sobre o ciclo das rochas, Geologia da cidade, cotidiano e técnicas de registro digital e escrito. A participação e envolvimento efetivo dos educandos foi bem distribuída ao longo dos encontros. O engajamento durante as atividades foi positivo, o aprimoramento do aprender a conhecer, a fazer, a viver e a ser dos educandos nas atividades propostas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Heredia Gomes, Universidade Federal do Pampa

Doutora em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professora adjunta pela Universidade Federal do Pampa.

Diogo Gabriel Sperandio, Universidade Federal do Pampa

Doutor em Geologia pela Universidade Federal de Minas Gerais. Geólogo pela Universidade Federal do Pampa. 

 

Natália Pinheiro Borges, Universidade Federal do Pampa

Bacharel em Geologia pela Universidade Federal do Pampa. Atua junto aos projetos de extensão voltados para Geologia e divulgação das geociências pelo Museu Virtual Geológico do Pampa. 

Dimitri Tallemberg Soares, Universidade Federal do Pampa

Bacharel em Geologia pela Universidade Federal do Pampa. 

Gabriel Smith Nunes da Silva, Universidade Federal do Pampa

Bacharel em Geologia pela Universidade Federal do Pampa. Desenvolve projetos de ensino e extensão em diversas áreas da Geociências com ênfase em geotecnia.

Guilherme Pazinato Dias, Universidade Federal do Pampa

Bacharel em Geologia pela Universidade Federal do Pampa. Bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em projetos de pesquisa.

Referências

Alonso, A. J., & Díez Herrero, A. (2007). Paseo geológico por los alrededores de la ciudad de Toledo. Toledo: Diputación de Toledo. 91p.

Anguita, F. (1988). Procesos geológicos en las ciudades. Una escuela de observación. Henares Revista de Geología, 2, 265-276. Disponível em: https://eprints.ucm.es/34262/. Acesso em: 22. 10. 2018.

Reschly, A.L., & Chistenson, S. L. (2005). Jingle, Jangle, and Conceptual Haziness: Evolution and Future Directions of the Engagement Construct. In: Christenson, S. L., Reschly, A. L., & Wylie, C. (Ed.). (2005). Handbook of Research on Student Engagement. New York, Dordrecht, Heidelberg, London: Springer. p. 3-19. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Azkananda_Widiasani/publication/310773130_Handbook_of_Student_Engagement/links/5836a0dd08aed45931c772b7/Handbook-of-Student-Engagement.pdf . Acesso em: 10. 12. 2018.

Bach, J., & Brusi, D. (1989). Itinerari de Geologia urbana, Plaça de Catalunya-Museu de Geologia. Perspectiva Escolar. 118(10/1987). Barcelona. ICE da UAB. 20p.

Brasil. MEC. Secretaria de Educação Fundamental (SEF). (1998). PCN Parâmetros curriculares nacionais de Ciências da Natureza/ Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF, 1998. 136p. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/ciencias.pdf. Acesso em: 15. 10. 2019.

Brasil. MEC. Secretaria de Educação Fundamental (SEF). (2000). PCN Parâmetros curriculares nacionais no Ensino Médio/ Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF. 109p. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf. Acesso em: 15. 10. 2019.

Carvalho, B. V. (1980). Literatura Infantil. Estudos. Porto Alegre: Ed. Lotus. 152p.

Corbí, H., Giannetti, A., Baeza-Carratalá, J. F., & Martínez- Martínez, J. (2013). Elaboración de itinerarios geológicos como recurso didáctico en Ciencias de la Tierra. Disponível em: http://rua.ua.es/dspace/handle/10045/31305 Acesso em: 02. 04. 2019.

Culshaw, M. G, & Price, S. J. (2018). A Contribuição da Geologia Urbana ao Desenvolvimento, Recuperação e Conservação de Cidades. São Paulo: Martins Fontes. 138p.

Del Lama, E. A., Bacci, D. L. C., Martins, L., Garcia, M. G. M., & Dehira, L. K. (2015). Urban geotourism and the Old Centre of São Paulo city, Brazil. Geoheritage, 7, 147-164.

Fernández-Martínez, E., Barbadillo, P., Castaño de Luis, R., Marcos, A., Preciado, J. M., & Serrano, E. (2012). Geoturismo en la ciudad de Burgos. Una guía de geologia urbana para todos los públicos. Ayuntamiento de Burgos: Burgos. 101p.

Fettes, D. & Desmons, J. (2014). Rochas Metamórficas: classificação e glossário. Oficina de textos: São Paulo. 313p.

Fredricks, J. A., Blumenfeld, P. C., & Paris, A. H. (2004). School Engagement: Potential of the Concept, State of the Evidence. Review of Educational Research. 74(1): 59-109. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/pdf/10.3102/00346543074001059. Acesso em: 02. 03. 2020.

Gomes, C. H., Dessart, R. L., Sperandio, D. G., Oliveira, J. G., Barroso, I., Xavier, C. F., & Antunes, C. C. (2017). Praticando saberes e construindo ideias em Geociências. Rev. Conexão, 13, 110-119. doi: https://doi.org/10.5212/Rev.Conexao.v.13.i1.0008.

Grebogi, J. S. & Frick, E. C. L. (2014). Explorando imagens do Google Earth para o ensino de geografia: estudo de caso no colégio estadual do campo Eunice Borges da Rocha –ens. fund. e médio. Cadernos PDE. 1, 1-20. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2014/2014_ufpr_geo_artigo_julia_salete_grebogi.pdf. Acesso em: 25. 06. 2020.

Gutiérrez, I. F., Lorenzo, E. de La Calzada. (2016). Lugares de interés geoeducativo en el medio urbano.: Potencialidad de las ciudades para la enseñanza de Geología. Enseñanza de Las Ciencias de La Terra. 2(24):195-201. Disponível em: https://www.raco.cat/index.php/ECT/article/view/312554. Acesso em: 02. 03. 2020.

Le Maitre, R. W. (2002). Igneous Rocks: A Classification and Glossary of Terms. Cambridge University Press: Cambridge. 236p.

Liccardo, A., Mantesso-Neto, V., & Piekarz, G. F. (2012). Geoturismo Urbano: Educação e Cultura. Anuário de Instituto de Geociências UFRJ, 35(1), 133-141. doi: 10.11137/2012_1_133_141.

Martello, A. R., Novais, T., Oleques, L. C., Leal, L. A., & Rosa, A. A. S. da. (2015). Uma experiência de inserção da paleontologia no ensino fundamental em diferentes regiões do Brasil. Terrae Didatica, 11(1), 33-41. doi: 10.20396/td.v11i1.8637308.

Nascimento, M. A. L., Silva, M. L. N., & Bezerra, G. B. (2018). Presença da geodiversidade em itinerário geoturístico no centro histórico de Natal/RN (NE Brasil). Terra Plural, 12(2), 238-253. doi: 10.5212/TerraPlural.v.12i2.0006

Pagel, U. R., Campos, L. M., & Batitucci, M. C. P. (2015). Metodologias e práticas docentes: uma reflexão acerca da contribuição das aulas práticas no processo de ensino aprendizagem de biologia. Experiências em Ensino de Ciências. 10(2), 14-25. Disponível em: http://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID273/v10_n2_a2015.pdf. Acesso em: 02. 03. 2020.

Pereira, J. S., & Silva, R. G. S. O. (2012). Ensino da Geomorfologia na Educação Básica a partir do Cotidiano do Aluno e o Uso de Ferramentas Digitais como Recurso Didático. Revista de Ensino de Geografia. 3(4): 69-79. Disponível em: http://www.revistaensinogeografia.ig.ufu.br/N.4/art5v3n4.pdf.

Pereira, S. Y., Gonçalves, P. W., & Campos, H. C. N. S. (2011). Uma proposta prática de aprendizado para a disciplina de Geologia Urbana. Terrae Didatica, 7(1), 49-59. doi: 10.20396/td.v7i1.8637441.

Possobom, C. C. F., & Okada, F. K., Diniz, R. E. S. (2003). Atividades práticas de laboratório no Ensino de Biologia e de Ciências: relato de uma experiência. In: Garcia W.G., & Guedes A. M. (Eds.). (2003). Núcleos de ensino. São Paulo: Unesp. Pró-Reitoria de Graduação. p. 113-123.

Regueiro, M. (2008). Los minerales industriales en la vida cotidiana. Enseñanza de las Ciencias de la Tierra. 16(3): 276-286. Disponível em: https://www.raco.cat/index.php/ECT/article/view/164750/216755%20. Acesso em: 02. 03. 2019.

Rodriguez, S. K. (1998). Geologia urbana da região metropolitana de São Paulo. Tese (Doutorado), São Paulo, Instituto de Geociências, Universidade de São Paulo. doi: 10.11606/T.44.1998.tde-19112015-093141.

Salvador, A. D. (1986). Métodos e técnicas de pesquisa bibliográfica. Porto Alegre: Sulina. 239p.

Santolin, A. S., & Brandenburg, L. T. M. (2013). O Ensino da Biologia: Atividades Experimentais como Possibilidade de uma melhor Aprendizagem. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/. Acesso em: 15. 11. 2019.

Sereia, D. A. de O., & Piranha, M. M. (2010). Aulas práticas investigativas: um a experiência no ensino fundamental para a formação de alunos participativos. Secretaria Estadual de Educação do Estado do Paraná – SEED/PR. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/diaadia/diadia/arquivos/File/conteudo/artigos_teses/Ciencias/. Acesso em: 22. 07. 2018.

Silva, E. R. A., Marques, S. G., Perceval, V. O., & Gomes, C. H. (2017). Utilização da abordagem temática em aulas de Ciências: relato de experiência em sala de aula. Experiências em Ensino de Ciências, 12(5), 293-301. Disponível em: http://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID395/v12_n5_a2017.pdf. Acesso em: 22. 07. 2017.

Silva, R. G. P., & Mansur, K. L. (2017). Proposta de roteiro para a prática de geoturismo urbano e para a geoeducação no centro da cidade do Rio de Janeiro. Anais do IV Simpósio Brasileiro de Patrimônio Geológico e II Encontro Luso-Brasileiro de Patrimônio Geomorfológico e Geoconservação. Ponta Grossa, Brasil. p. 482-486.

Sperandio, D. G., Gomes, C. H., & Viçozzi, A. P. (2020). Mapa geológico interativo: proposta para ensino de Geociências. Terræ Didatica, 16, 1-5, e020019. doi: 10.20396/td.v16i0.8658885.

Downloads

Publicado

2020-06-27

Como Citar

GOMES, C. H.; SPERANDIO, D. G.; BORGES, N. P. .; SOARES, D. T.; SILVA, G. S. N. da; DIAS, G. P. Lugares geoeducativos da cidade de Caçapava do Sul (RS) para estudo de Geologia no ensino médio. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 16, p. e020032, 2020. DOI: 10.20396/td.v16i0.8658837. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8658837. Acesso em: 26 nov. 2020.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)