Professoras dos anos iniciais em uma experiência com Modelagem Matemática

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/zet.v27i0.8651829

Palavras-chave:

Modelagem Matemática, Anos Iniciais, Análise da Produção Escrita.

Resumo

Neste artigo apresentamos a analisamos o relato de uma primeira experiência de professoras dos anos iniciais do Ensino Fundamental com Modelagem Matemática. A experiência com a situação-problema “suco de laranja” ocorreu em um dos encontros de um grupo colaborativo formado por professoras atuantes nos anos iniciais do ensino fundamental, alunos de graduação em licenciatura em química, em licenciatura em matemática e professoras formadoras. Foram analisadas as produções escritas das professoras, bem como as transcrições das gravações de áudio e vídeo do encontro, a partir das fases de desenvolvimento de uma atividade de modelagem. A análise revelou, entre outras coisas, que os problemas elaborados por um grupo de professoras, bem como as resoluções aproximam-se muito dos problemas de rotina da sala de aula. Entretanto, os problemas elaborados pelas professoras de outros dois grupos aproximam-se mais de problemas esperados na perspectiva da modelagem matemática. De todo modo, o que podemos conjecturar é que a atividade de modelagem matemática apresentou um caráter dinâmico, bem como possibilitou uma ressignificação da fase matematização que se apresentou de maneira transversal em todo o encaminhamento realizado pelas professoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joice Caroline Sander Pierobon Gomes, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Mestre em Ensino de Matemática pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, doutoranda em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina-PR.

Karina Alessandra Pessoa da Silva, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Doutora em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina. Professora do Departamento Acadêmico de Matemática da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Jader Otavio Dalto, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Doutor em Ensino de Ciências e Educação Matemática pela Universidade Estadual de Londrina. Professor do Departamento Acadêmico de Matemática da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Referências

Almeida, L. M. W. & Dias, M. R. (2004) Um estudo sobre o uso da Modelagem Matemática como estratégia de ensino e aprendizagem. Bolema, 17(22), 19 – 35.

Almeida, L. M. W. & Ferruzzi, E. C. (2009). Uma aproximação socioepistemológica para a modelagem matemática. Alexandria, 2(2). 117-134. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/alexandria/article/view/37952.

Almeida, L. W.; Silva, K. P. & Vertuan, R. E. (2012). Modelagem Matemática na educação básica. São Paulo: Contexto.

Almeida, L. M. W.; Tortola, E. & Merli, R. F. (2012). Modelagem Matemática – Com o que estamos lidando: Modelos diferentes ou Linguagens diferentes. Acta Scientiae, 14(2). 200-214. Disponível em: http://www.periodicos.ulbra.br/index.php/acta/article/view/230.

Alrø, H. & Skovsmose, O. (2006). Diálogo e aprendizagem em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica.

Barbosa, J. C. (2004). Modelagem matemática: O que é? Por quê? Como?. Veritati, 4, 73-80.

Barbosa, J. C. (1999). O que pensam os professores sobre Modelagem Matemática?. Zetetiké, 7(11). 67-85. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646835.

Bassanezi, R. C. (2002). Ensino-aprendizagem com modelagem matemática: uma nova estratégia. São Paulo: Contexto.

Buriasco, R. L. C. (2004). Análise da Produção Escrita: a busca do conhecimento escondido. In: XII ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino, 2004, v.3, Curitiba. Anais... Curitiba: Champagnat, p. 243-251.

English, L. D. & Watters, J. J. (2004). Mathematical modelling with Young children. The 28th Conference of the International Group for the Psychology of Mathematics Education (pp. 335-342). Bergen: PME. Retirado em 26 de janeiro, 2018, de: https://www.emis.de/proceedings/PME28/RR/RR142_English.pdf.

Ferreira, P. E. A. (2013). Enunciados de tarefas de matemática: um estudo sob a perspectiva da educação matemática realística. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, Londrina.

Fiorentini, D. (2004) Pesquisar Práticas Colaborativas ou Pesquisar Colaborativamente? In.: Borba, M. C.; Araujo, J. L. Pesquisa Qualitativa em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica.

Garnica, A. V. M. (1997). Algumas notas sobre Pesquisa Qualitativa e Fenomenologia. Interface, Comunicação, Saúde, Educação, 1(1), 109-122. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v1n1/08.pdf.

Gomes, Joice Caroline Sander Pierobon. (2018). Práticas de professoras dos anos iniciais do Ensino Fundamental em atividades de Modelagem Matemática. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Matemática) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Londrina –Pr. 205p

Luna, A. V. A. & Barbosa, J. C. (2015). Modelagem matemática e os textos produzidos em um programa de formação continuada. Zetetiké, 23(44), 347-376. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646543.

Mendonça, L. O. & Lopes, C. E (2017). Reflexões sobre a ação pedagógica no desenvolvimento da modelagem matemática. Zetetiké, 25(2), 305-323. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8648493.

Nacarato, A. M.; Mengali, B. L. S. & Passos, C. L. B. (2011). A matemática nos anos iniciais do ensino fundamental: tecendo fios do ensinar e do aprender. Belo Horizonte: Autêntica Editora.

Poggioli, L. (2001). Estrategias de resolución de problemas. Serie Enseñando a Aprender. Caracas: Polar. Retirado em 22 de abril, 2012, de: http://www.paideavirtus.cl/mce/PDFS/Ensenando.pdf.

Polya, G. (1995). A arte de resolver problemas: um novo aspecto do método matemático. Rio de Janeiro: Interciência.

Pozo, J. I. (1998). Aprender a resolver problemas e resolver problemas para aprender. In: Pozo, J. I. (org.). A solução de problemas: aprender a resolver, resolver para aprender. Porto Alegre: ArtMed, p. 13-42.

Santos, E. R. (2008). Estudo da Produção Escrita de Estudantes do Ensino Médio em Questões Discursivas Não Rotineiras de Matemática. 2008. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina.

Silva, V. S. & Klüber, T. E. (2012). Modelagem matemática nos anos iniciais do ensino fundamental: uma investigação imperativa. Revista Eletrônica de Educação, 6(2), 228-249. Disponível em: http://www.reveduc.ufscar.br/index.php/reveduc/article/view/394/199.

Souza, E. & Luna, A. V. A. (2014). Modelagem Matemática nos Anos Iniciais: pesquisas, práticas e formação de professores. Revista Eletrônica de Educação Matemática, 9, 57-73. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/1981-1322.2014v9nespp57

Tortola, E. (2016). Configurações de modelagem matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental. 2016. 304 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina.

Tortola, E. & Almeida, L. M. W. (2014). Modelagem matemática: uma alternativa pedagógica para as aulas de matemática nos anos iniciais. In L. W. Almeida; M. T. Cyrino & A. M. Savioli (Orgs.), Educação Matemática no Ensino Fundamental: formação de professores e práticas de alunos (p. 185-206). Londrina: UEL.

Tortola, E. & Almeida, L. M. W. (2013). Reflexões a respeito do uso da modelagem matemática em aulas nos anos iniciais do ensino fundamental. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. 94(237), 619-642. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S2176-66812013000200014&script=sci_abstract.

Veronez, M. R. D.; Vertuan, R. E & Almeida, L. M. W. (2013). Quando a elaboração de problemas acontece em uma atividade de modelagem: uma análise. Anais da 8ª Conferência Nacional sobre Modelagem na Educação Matemática (p. 1-11). Santa Maria: Unifra.

Downloads

Publicado

2020-01-12

Como Citar

Gomes, J. C. S. P. ., Silva, K. A. P. da ., & Dalto, J. O. (2020). Professoras dos anos iniciais em uma experiência com Modelagem Matemática. Zetetike, 27, e019029. https://doi.org/10.20396/zet.v27i0.8651829