Mosaicos de docência

relatos da vida escolar de estudantes de Biologia e sua professora

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v22i1.8653298

Palavras-chave:

Memórias, Docência, Identidade

Resumo

Partindo do pressuposto que a formação das identidades docentes tem início na vida escolar, este artigo apresenta uma discussão sobre a produção de memoriais de vida escolar realizada com estudantes de Biologia e sua professora. Os relatos foram hibridizados e reorganizados em três textos, denominados “mosaicos de docência”. O artigo traz impressões sobre a escrita e o compartilhamento coletivo dos memoriais e de objetos significativos da vida escolar, bem como sobre o primeiro contato dos alunos e alunas com a escola de estágio. Conclui-se, com base em referenciais do campo da pesquisa biográfica, que memoriais da vida escolar são ferramentas potentes para pensar sobre os sentidos da escola e para o deslocamento de certezas e estereótipos sobre docência, escola e conhecimento, como fios que guiam as nossas identidades docentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Jacqueline Girão Soares de Lima, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Educação - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil. Professora do departamento de Didática da Faculdade de Educação - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil.

Rafael de Oliveira da Silva, Fundação Oswaldo Cruz

Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas- Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil. Especialização em andamento em Ensino de Biociências e Saúde - Fundação Oswaldo Cruz, FIOCRUZ - Rio de Janeiro, RJ - Brasil.

Referências

ARAÚJO, Mairce da Silva; MORAIS, Jacqueline de Fátima dos Santos. Histórias e memórias docentes: escrita de si como possibilidade de autoformação. In: SILVA, A. G. da; OLIVEIRA, D; MORAIS, J. de F. dos S; ARAUJO, M. da SILVA (Org.). Memoriais de formação: narrativa e autoria no processo formativo docente. São Gonçalo (RJ): UERJ/FFP, 2016. 225 p.

BRAGANÇA, Inês Ferreira de Souza. Prefácio: sobre a escrita de memoriais: caminhos de trans-formação. In: SILVA, A. G. da; OLIVEIRA, D; MORAIS, J. de F. dos S; ARAUJO, M. da SILVA (Org.). Memoriais de formação: narrativa e autoria no processo formativo docente. São Gonçalo (RJ): UERJ/FFP, 2016. 225 p.

BUENO, Belmira. O. O método autobiográfico e os estudos com histórias de vida de professores: a questão da subjetividade. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.28, n.1, p. 11-30, jan./jun. 2002. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v28n1/11653.pdf. Acesso em: 21 dez. 2018.

CORDEIRO, Denise. Juventude nas sombras: escola, trabalho e moradia em territórios de precariedades. Rio de Janeiro: Lamparina/ FAPERJ, 2009.

COSTA, Elis Regina; ASSIS, Maria Paulina. As narrativas autobiográficas como eixo interdisciplinar entre a psicologia e a educação: contribuições para a licenciatura em educação do campo. Revista EDAPECI: Educação a Distância e Práticas Educativas Comunicacionais e Interculturais, v. 16, p. 442, 2016. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/edapeci/article/view/5963/pdf. Acesso em: 21 dez. 2018.

GENTILI, Pablo; ALENCAR, Chico. Educar na esperança em tempos de desencanto. Petrópolis: Vozes, 2002.

GOMES, Alexandre Oliveira; OLIVEIRA, Ana Amélia Rodrigues. A construção social da memória e o processo de ressignificação dos objetos no espaço museológico. Museologia e patrimônio, v.3, n.2, jul./dez. de 2010. Disponível em: http://revistamuseologiaepatrimonio.mast.br/index.php/ppgpmus. Acesso em: 22 ago. 2018.

LISPECTOR, Clarice. Para não esquecer. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.

PERRENOUD, Philippe. A prática reflexiva no oficio de professor: profissionalização e razão pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2002. 232 p.

SELLES, Sandra Escovedo; AYRES, Ana Cléa Braga Moreira. Memórias de aluno: trajetórias pré-profissionais examinada em cursos de licenciatura em Ciências Biológicas. Coletânea da VI Escola de Verão para Professores de Prática de Ensino de Biologia, Física, Química e áreas afins. Niterói, RJ: Sociedade Brasileira de Ensino de Biologia, 2004.

SOUZA, Elizeu Clementino. O conhecimento de si: narrativas do itinerário escolar e formação de professores. Tese de doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual da Bahia. Salvador, 2004. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/bitstream/ri/10267/1/Tese_Elizeu%20Souza.pdf . Acesso em: 21 dez. 2018.

Downloads

Publicado

2020-02-05

Como Citar

LIMA, M. J. G. S. de .; SILVA, R. de O. da. Mosaicos de docência: relatos da vida escolar de estudantes de Biologia e sua professora. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 22, n. 1, p. 218–233, 2020. DOI: 10.20396/etd.v22i1.8653298. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8653298. Acesso em: 3 dez. 2021.