Banner Portal
Uma tessitura sobre as relações temporais e espaciais em práticas culturais (escolares) que reverberam efeitos no currículo
PDF

Palavras-chave

Etnomatemática
Terapia-gramatical
Contraconduta
Educação matemática

Como Citar

CARVALHO, J. G.; MENDES, J. R. Uma tessitura sobre as relações temporais e espaciais em práticas culturais (escolares) que reverberam efeitos no currículo. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 23, n. 1, p. 231–249, 2021. DOI: 10.20396/etd.v23i1.8657043. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8657043. Acesso em: 5 mar. 2024.

Resumo

Esse texto, uma parte de um trabalho de tese em andamento, pretende mover uma rede de sentidos em torno de temporalidades e espacialidades em práticas culturais (escolares) e suas possíveis reverberações no currículo. Para tecer essa rede, a trama investigativa acontece a partir da terapia-gramatical, entendida como problematização indisciplinar (MIGUEL, 2015), que visa rastrear diferentes práticas culturais envolvendo tempo e espaço presente nas formas de vida e, de modo específico, na forma de vida escolar. A problematização se insere nos nossos usos cotidianos de fazer escola na escola e, consequentemente, na educação matemática escolar. Nesse sentido, a mola propulsora da discussão se aproxima da Etnomatemática, na perspectiva da contraconduta, como sendo um agente disparador de modos de condução que estão presentes nas relações temporais e espaciais nos diferentes campos de atividade humana. Trata-se de percorrer diferentes usos das noções de tempo e espaço a partir de atravessamentos filosóficos que podem desconstruir a universalidade dessas noções em nossas práticas. Para tanto, recorremos aos pensamentos dos filósofos Wittgenstein, das Investigações Filosóficas, com a perspectiva da terapia-gramatical e de Foucault com as problematizações sobre o tempo de vida dos homens e os modos de produção de subjetividade. São ferramentas que permitem fazer proliferar a multiplicidade e recusar qualquer relação dicotômica, dogmática e metafísica.

https://doi.org/10.20396/etd.v23i1.8657043
PDF

Referências

ARTIÈRES, Philippe. Dizer a atualidade - o trabalho de diagnóstico em Michel Foucault. In: GROS, Frédéric (Org.). Foucault: a coragem da verdade. São Paulo: Parábola. p.15-37, 2004.

BELLO, Samuel Edmundo Lopez. Jogos de linguagem, práticas discursivas e produção de verdade: contribuições para a educação (matemática) contemporânea. Revista ZETETIKÉ, v.18, p. 545-588, 2010.

BELLO, Samuel Edmundo Lopez; LONGO, Fernanda. Etnomatemática: uma analítica discursiva dos seus enunciados. ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA – ENEM, 10., Salvador, 2010. Anais do...Salvador, 2010. p. 1-11.

CARVALHO, Juciara Guimarães. “O mar está pra peixe”: tempo e espaço em jogos de linguagem matemáticos de pescadores artesanais. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis: UFSC, 2016.

FOUCAULT, Michel. Arqueologia das ciências e história dos sistemas de pensamento. Ditos e Escritos II. Rio de Janeiro: Florense, 2005.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 2007.

FOUCAULT, Michel. Segurança, território e população. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

FOUCAULT, Michel. A hermenêutica do sujeito: curso dado no Collège de France (1981-1982). São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2010.

FOUCAULT, Michel. Conferência 5. A verdade e as formas jurídicas. Tradução Eduardo Jardim e Roberto Machado. Rio de Janeiro: Nau, p. 103-123, 2013.

FOUCAULT, Michel. A sociedade punitiva: curso no Collège de France (1972-1973). Trad. Ivone Benedetti. São Paulo: Editora WMF; Martins Fontes, 2015.

GILLOT, Pascale; LORENZINI, Daniele (orgs). Foucault/Wittgenstein: subjectivité, politique, éthique. Paris, France: CNRS Éditions, 2016.

GROS, Frédéric. A parrhesia em Foucault (1982-1984). In: GROS, Frédéric (Org.). Foucault: a coragem da verdade. São Paulo: Parábola Editorial, p.155-166, 2004.

GROS, Frédéric ; DAVIDSON, Arnold. (Org.) Foucault, Wittgenstein: de possibles rencontres. Paris, France: Éditions Kimé, 2011.

HOLT, Maurice. It's time to start the slow school movement. Phi Delta Kappan, v. 84, n.4, 264-271, 2002.

HOLT, Maurice. A ideia da slow school: é hora de desacelerar a educação? In: STONE, M.K.; BARLOW, Z. (Org.). Alfabetização ecológica: a educação das crianças para um mundo sustentável. Tradução de Carmen Fischer. São Paulo: Cultrix, p. 87-94, 2006.

HONORÉ, Carl. Devagar. Tradução de Clóvis Marques. Rio de Janeiro: 2005.

KNIJNIK, Gelsa; WANDERER, Fernanda; GIONGO, Ieda Maria; DUARTE, Claudia Glavam. Etnomatemática em movimento. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

MASSCHELEIN, Jan; SIMONS, Maarten. Em defesa da escola: uma questão pública. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

MIGUEL, Antonio. A terapia gramatical-desconstrucionista como atitude de pesquisa (historiográfica) em educação (matemática). Revista Perspectivas da Educação Matemática – UFMS, v.8, p. 607-647, 2015.

MIGUEL, Antonio.; VILELA, Denise Silva.; MOURA, Ana Regina Lanner de. Problematização indisciplinar de uma prática cultural numa perspectiva wittgensteiniana. Revista Reflexão e Ação. Santa Cruz do Sul, v.20, n.2, p.06-31, 2012.

MONTEIRO, Alexandrina; MENDES, Jackeline Rodrigues. A etnomatemática no encontro entre práticas e saberes: convergências, tensões e negociação de sentidos. Revista Latinoamericana de Etnomatemática, v.7, n.3, p. 55-70, 2014.

MONTEIRO, Alexandrina; MENDES, Jackeline Rodrigues. Etnomatemática como Movimento de Contraconduta na Mobilização de Saberes em Práticas Culturais. SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA – SIPEM, 6., Pirenópolis, 2015. Anais do...Pirenópolis, GO, 2015, p.1-11.

MONTEIRO, Alexandrina; MENDES, Jackeline Rodrigues. Saberes em práticas culturais: condutas e contracondutas no campo da Matemática e da Educação Matemática. Periódico Horizontes, USF. Itatiba, p. 1-14, 2019.

REVEL, Judith. O pensamento vertical - uma ética da problematização. In: GROS, Frédéric (Org.). Foucault: a coragem da verdade. Tradução de Marcos Marcionilo. São Paulo: Parábola Editorial, p.65-87, 2004.

SÊNECA, Lúcio Aneu. Cartas à Lucílio. Tradução de J. A. Segurado e Campos. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1991.

VEIGA-NETO, Alfredo. De geometrias, currículo e diferenças. Educação & Sociedade, v.79, n.23, p.163-186, 2002.

VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault e a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

WITTGENSTEIN, L. Investigações filosóficas. Tradução de Marcos G. Montagnoli. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 ETD - Educação Temática Digital

Downloads

Não há dados estatísticos.