Banner Portal
Cinema e professores de geografia
PDF

Palavras-chave

Cinema
Ensino de Geografia
Professores
Ensino de geografia

Como Citar

NUNES, Flaviana Gasparotti. Cinema e professores de geografia: aproximações e distanciamentos - considerações a partir da rede pública de Dourados (MS). ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 23, n. 2, p. 415–429, 2021. DOI: 10.20396/etd.v23i2.8661496. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8661496. Acesso em: 15 jul. 2024.

Resumo

Neste texto, pretendemos, a partir de dados obtidos em pesquisa realizada junto a professores de Geografia atuantes em escolas públicas de Dourados (MS), analisar como esses professores entendem e trabalham com o cinema no contexto educativo. Verificamos que a grande maioria dos professores pesquisados apontou como o primeiro motivo para utilização de filmes na sala de aula o fato do cinema ser uma maneira de ampliação cultural dos alunos. No entanto, quando observamos as frases que os mesmos escreveram para caracterizar a relação entre cinema e escola, percebemos o predomínio da concepção de cinema enquanto ferramenta didática para o ensino de conteúdos da Geografia. Isso é reforçado quando analisamos a listagem dos filmes utilizados em relação aos conteúdos/temas trabalhados. Neste sentido, pode-se dizer que a aproximação com o cinema se dá mais pela busca de recursos didáticos que possam ilustrar ou reforçar os conteúdos trabalhados do que pelas características e potencialidades dos filmes enquanto linguagem que participa da criação de sentidos espaciais. O distanciamento dos professores em relação ao cinema também pode ser observado pelo pouco conhecimento que possuem sobre essa linguagem, pois é reduzido o número dos que fizeram algum curso ou leram livros sobre cinema. Estas considerações indicam a necessidade de ampliação da concepção restrita à dimensão instrumental e comunicativa do cinema predominante entre os professores participantes da pesquisa.

https://doi.org/10.20396/etd.v23i2.8661496
PDF

Referências

ALMEIDA, Rogério. Cinema e educação: fundamentos e perspectivas. Educação em Revista, Belo Horizonte, n.33, p. 1-27, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/edur/ v33/1982-6621-edur-33-e153836.pdf. Acesso em: 20 ago. 2020.

AZEVEDO, Ana Lúcia de F. et al. Cenas da docência: o cinema entre professores/as da educação básica. In: NUNES, Célia M. Fernandes et al. (Org.). Telas da docência: professores, professoras e cinema. Belo Horizonte: Autêntica, 2017, p. 27-44. ISBN 9788551300947.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: MEC, 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei nº 13.006, de 26 de junho de 2014. Acrescenta § 8º ao art. 26 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, DF: MEC, 2014.

DUARTE, Rosália; ALEGRIA, João. Formação estética e audiovisual: um outro olhar para o cinema a partir da educação. Revista Educação & Realidade, v. 33, n. 1, p.59-79, 2008. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/ 6687/4000. Acesso em: 20 ago. 2020.

EM NOME DA LEI. Direção de Sérgio Rezende. Rio de Janeiro: Globo Filmes, 2016. 1 DVD (115 min.).

FERRAZ, Cláudio B.O. Imagem e Geografia: considerações a partir da linguagem cinematográfica. Espaço & Geografia, v.15, n. 2, 2012, p. 357-384. Disponível em: http://www.lsie.unb.br/espacoegeografia/index.php/espacoegeografia/article/view/149/159. Acesso em: 20 ago. 2020.

FREITAS, Alexander de; COUTINHO, Karyne D. Cinema e educação: o que pode o cinema? Educação e Filosofia. Uberlândia, v. 27, n. 54, p. 477-502, jul./dez. 2013. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/EducacaoFilosofia/article/view/14174 . Acesso em: 20 ago. 2020.

LEAL, Álida A. A. Outras telas: o cinema em espaços de professores/as da educação básica. In: NUNES, Célia M. Fernandes et al. (Org.). Telas da docência: professores, professoras e cinema. Belo Horizonte: Autêntica, 2017, p. 45-56. ISBN 9788551300947.

MASSEY, Doreen. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008. 312 p. ISBN 9788528613070.

OLIVEIRA JUNIOR, Wenceslao M.; GIRARDI, Gisele. Diferentes linguagens no ensino de Geografia. In: ENCONTRO NACIONAL DE PRÁTICAS DE ENSINO DE GEOGRAFIA, 11., 2011. Goiânia. Anais do XI Encontro Nacional de Práticas de Ensino de Geografia. Goiânia, 2011, p. 1-9.

OLIVEIRA JUNIOR, Wenceslao M.; GIRARDI, Gisele. O cinema como diferença na linguagem do ensino de geografia: uma cartografia provisória. Revista Brasileira de Educação em Geografia, Campinas, v. 10, n. 19, p. 45-66, jan./jun., 2020. Disponível em: http://www.revistaedugeo.com.br/ojs/index.php/revistaedugeo/article/view/872. Acesso em: 20 ago. 2020.

TERRA VERMELHA. BirdWatchers - La Terra Degli Uomini Rossi. Direção de Marco Bechis. Itália/Brasil: 2008. 1 DVD (108 min.).

XAVIER, Ismail. Um cinema que “educa” é um cinema que (nos) faz pensar. Entrevista. Educação & Realidade. Porto Alegre, UFRGS, v. 33, n. 1, 2008, p. 13-20. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/6683/3996. Acesso em: 20 ago. 2020.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Flaviana Gasparotti Nunes

Downloads

Não há dados estatísticos.