Banner Portal
Utilização de vídeos educativos de biologia no youtube por estudantes do ensino médio
PDF

Palavras-chave

Ensino por vídeo
Biologia
Canais educativos
Vídeo educativo

Como Citar

MELO, Maria Eduarda; DUSO, Leandro. Utilização de vídeos educativos de biologia no youtube por estudantes do ensino médio. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 24, n. 1, p. 71–90, 2022. DOI: 10.20396/etd.v24i1.8665025. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8665025. Acesso em: 13 jul. 2024.

Resumo

Os vídeos educativos do YouTube apresentam um papel cada vez mais relevante na formação dos estudantes, especialmente no estudo das Ciências Naturais. Esta pesquisa investigou a relação dos estudantes do ensino médio com os vídeos educativos de Biologia disponíveis na plataforma YouTube, quanto ao uso, à frequência, às motivações e às preferências. Para isso, realizou-se um questionário com 132 estudantes do ensino médio do Colégio de Aplicação da UFSC em Florianópolis e, posteriormente, formou-se um grupo focal com oito estudantes sorteados, para aprofundamento de algumas questões. A análise dos dados mostrou que os vídeos de Biologia da plataforma YouTube vêm sendo buscados frequentemente para o estudo dos conteúdos curriculares dessa disciplina, com o objetivo principal de tirar boas notas nos exames. Além disso, observou-se que existe um grupo de canais mais assistidos, que apresentam um modelo de aula preferido entre os estudantes, o que indica, o uso dos vídeos como um meio para repetir o processo que acontece na escola.

https://doi.org/10.20396/etd.v24i1.8665025
PDF

Referências

ARROIO, Aguinaldo; DINIZ, Manuela Lustosa; GIORDAN, Marcelo. Utilização do vídeo educativo como possibilidade de domínio da linguagem audiovisual pelo professor de ciências. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 5., 2005, Bauru. Anais […]. Bauru: ABRAPEC, 2005.

AUTORA, 2018.

BÉVORT, Evelyne; BELLONI, Maria Luiza. Mídia-educação: conceitos, história e perspectivas. Revista Educação e Sociedade, São Paulo, v. 30, n. 109, p. 1081-1102, set./dez. 2009.

COLÉGIO DE APLICAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA (CA-UFSC). Projeto Político Pedagógico: versão resumida. Florianópolis: CA-UFSC, 2012. Disponível em: https://moodle.ufsc.br/pluginfile.php/2451122/mod_resource/content/2/PPP-revisado-CA.pdf. Acesso em: 02 nov. 2018

DUARTE, Manoelle Silveira. A contribuição dos recursos das TDICs no processo de ensinar e aprender. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Frederico Westphalen, 2016.

FERRÉS, Joan. Vídeo e Educação. 2. ed. Porto Alegre: Editora Artes Médicas, 1996.

GATTI, Bernadete Angelina. Grupo focal na pesquisa em ciências sociais e humanas. Brasília: Liber Livro, 2005.

GIL, Antonio Carlos. Questionário. In: GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008. p. 121-135.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Ideb: Instituto Estadual de Educação. Brasília, DF. Disponível em: http://idebescola.inep.gov.br/ideb/escola/dadosEscola/42000688. Acesso em: 03 ago. 2018.

ME SALVA. Cursinho online e aulas de reforço. 2018. Disponível em: https://www.mesalva.com/. Acesso em: 08 nov. 2018.

MEDINA, Márcio Nasser; BRAGA, Marco; REGO, Sheila Cristina. Ensinar ciências para alunos do século XXI: o uso de vídeo-aulas de ciências da natureza por alunos do ensino médio de uma escola pública federal. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 10., 2015, Águas de Lindóia. Anais […]. Águas de Lindóia: ABRAPEC, 2015.

MINAYO, Maria Cecília de Souza et al. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 21. ed. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 2002.

PASTOR JUNIOR, Américo de Araujo et al. Os usos de filmes, séries de TV e vídeos do YouTube por estudantes e professores nas aulas de Psicologia Médica. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 11., 2015, Florianópolis. Anais […]. Florianópolis: ABRAPEC, 2017.

REZENDE FILHO, Luiz Augusto de Coimbra et al. Canais de vídeo para ensino de ciências: um estudo exploratório. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 10., 2015, Águas de Lindóia. Anais […]. Águas de Lindóia: ABRAPEC, 2015.

SILVA, Marcelo José; PEREIRA, Marcus Vinícius; ARROIO, Aguinaldo. O papel do YouTube no ensino de ciências para estudantes do ensino médio. Revista de Educação, Ciências e Matemática, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 35-55, maio/ago. 2017.

SILVA, Marco Polo Oliveira; SALES, Shirlei Rezende. O fenômeno cultural do YouTube no percurso educacional da juventude ciborgue. In: SEMINÁRIO BRASILEIRO DE ESTUDOS CULTURAIS E EDUCAÇÃO, 6., e SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS CULTURAIS E EDUCAÇÃO, 3., 2015, Canoas. Anais […]. Canoas: SBECE, 2015.

VIDAL, Fernanda Luise Kistler; REZENDE FILHO, Luiz Augusto de Coimbra. Utilização de recursos audiovisuais (RAVS) na educação em ciências: uma análise dos trabalhos publicados nos I, II e III EREBIO (SE) e I ENEBIO. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 7., 2009, Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: ABRAPEC, 2009.

YOUTUBE. Youtube para a Imprensa. Brasil. Disponível em: https://www.youtube.com/intl/pt-BR/yt/about/press/. Acesso em: 29 maio 2018.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 ETD - Educação Temática Digital

Downloads

Não há dados estatísticos.