Banner Portal
O ensino híbrido como possibilidade de otimização de tempo no ensino universitário noturno
Foto de capa: Antonio Carlos Dias Júnior
PDF

Palavras-chave

Ensino noturno
Ensino híbrido
Ensino superior
Evasão

Como Citar

BERNARDO, Julio Cesar Oliveira; KARWOSKI, Acir Mário. O ensino híbrido como possibilidade de otimização de tempo no ensino universitário noturno. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 26, n. 00, p. e024025, 2024. DOI: 10.20396/etd.v26i00.8671572. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8671572. Acesso em: 15 jun. 2024.

Resumo

Esta pesquisa parte da premissa de que a pandemia de Covid-19, que trouxe à tona o distanciamento físico e a adoção do ensino remoto nos anos de 2020 e 2021, emergiu novo vigor ao ensino híbrido, compreendido como práticas de ensino com metodologias diversificadas e, na maior parte das situações, alternadas entre sistema presencial e on-line. Com o objetivo de levantar reflexões sobre a viabilidade do ensino híbrido no ensino universitário noturno, aborda literatura concernente e levanta discussão sobre evasão, ensino superior e ensino noturno por meio de busca na Plataforma de Periódicos da Capes, que veio ao encontro de justificar e subsidiar a necessidade de se promoverem análises e mudanças quanto à gestão do tempo no processo de ensino e aprendizagem desse alunado, marcado por necessidades especiais no que tange à dualidade entre estudo e trabalho. Por meio de fontes bibliográficas e documentais, esta pesquisa relacionou o uso do ensino híbrido na otimização de tempo para o ensino universitário noturno, demonstrando poder vir a ser uma estratégia constante para atenuar índices persistentes de evasão. Os resultados e reflexões apontam congruentes possibilidades de aplicabilidade e evidenciam alerta sobre a necessidade de se reestruturar turnos e sistemas de ensino, sobretudo o noturno.

https://doi.org/10.20396/etd.v26i00.8671572
PDF

Referências

ARAUJO, Ana Carolina da Costa; SILVA, Thales Fabrício da Costa; PEDERNEIRAS, Marcleide Maria Macêdo. Reflexões sobre evasão na educação superior brasileira: possibilidades de prevenção e intervenção. Revista Brasileira de Administração Científica, v.12, n.2, p.257-272, 2021. Disponível em: DOI: http://doi.org/10.6008/CBPC2179-684X.2021.002.0021 Acesso em: 20 set. 2022.

BATES, Tony. Educar na era digital: design, ensino e aprendizagem. São Paulo: Artesanato Educacional, 2017. Disponível em: http://www.abed.org.br/arquivos/Educar_na_Era_Digital.pdf Acesso em: 19 out. 2022.

BERNARDO, Julio Cesar Oliveira; KARWOSKI, Acir Mário. O ensino híbrido no contexto da pandemia. Revista Triângulo, Uberaba, MG, v. 15, n. 2, p. 187-199, 2022. DOI: 10.18554/rt.v15i2.6290. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/6290 Acesso em: 13 out. 2022.

BRAGA, Mauro Mendes; PEIXOTO, Maria do Carmo L.; DINIZ, Lisangela Fonseca.; BOGUTCHI, Tânia Fernandes. A evasão no ensino superior noturno: o caso do curso de Química da UFMG. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, Campinas; Sorocaba, SP, v. 7, n. 1, 2002. Disponível em: https://periodicos.uniso.br/avaliacao/article/view/1173 Acesso em: 17 out. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Educação do Campo: Marcos Legais. Decreto nº 7.352/2010. Brasília, DF: SECAD, 2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/marco-2012-pdf/10199-8-decreto-7352-de4-de-novembro-de-2010/file Acesso em: 15 set. 2022.

BRASIL. Portaria nº 1.428, de 28 de dezembro de 2018. Dispõe sobre a oferta, por Instituições de Educação Superior - IES, de disciplinas na modalidade a distância em cursos de graduação presencial. Diário Oficial da União: seção: 1. Brasília, DF , p. 59, 31 dez. 2018. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/57496468/do1-2018-12-31-portaria-n-1-428-de-28-de-dezembro-de-2018-57496251 Acesso em: 10 out. 2022.

BRASIL. Portaria nº 454, de 20 de março de 2020. Declara, em todo o território nacional, o estado de transmissão comunitária da corona vírus (Covid-19). Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 1, 20 mar. 2020a. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-454-de-20-de-marco-de-2020-249091587 Acesso em: 10 out. 2022.

BRASIL. Portaria nº 544, de 16 de junho de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - Covid-19, e revoga as Portarias MEC nº 343, de 17 de março de 2020, nº 345, de 19 de março de 2020, e nº 473, de 12 de maio de 2020. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 62, 16 jun. 2020b. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872 Acesso em: 10 set. 2021.

BRASIL. Resolução CNE/CP nº 2, de 10 de dezembro de 2020. Institui Diretrizes Nacionais orientadoras para a implementação dos dispositivos da Lei nº 14040, de 18 de agosto de 2020, que estabelece normas educacionais excepcionais a serem adotadas pelos sistemas de ensino, instituições e rede escolares, públicas, privadas, comunitárias e confessionais, durante o estado de calamidade reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 52, 11 dez. 2020c. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-cne/cp-n-2-de-10-dedezembro-de-2020-293526006 Acesso em: 29 set. 2022.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep. Ministério da Educação. Censo da Educação Superior: notas estatísticas. 2020d. Disponível em: https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/estatisticas_e_indicadores/notas_estatisticas_censo_da_educacao_superior_2020.pdf Acesso em: 15 fev. 2022.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – Inep. Ministério da Educação. Manual do preenchimento do censo da educação superior 2021: módulo aluno. Brasília, DF, Inep, 2021. Disponível em: https://download.inep.gov.br/areas_de_atuacao/manual_preenchimento_censo_educacao_superior_2021_modulo_aluno.pdf Acesso em: 2 fev. 2023.

BRITO, Jorge Maurício da Silva. A Singularidade Pedagógica do Ensino Híbrido. EaD em Foco, v. 10, n. 1, 23 jun. 2020. Disponível em: https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/948 Acesso em: 30 out. 2022.

CARVALHO, Célia Pezzolo de. Ensino noturno: realidade e ilusão. 10. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

CHRISTENSEN, Clayton M.; HORN, Michael B.; STAKER, Heather. Ensino Híbrido: uma Inovação Disruptiva?. Uma introdução à teoria dos híbridos. Maio de 2013. Disponível em: https://porvir.org/wp-content/uploads/2014/08/PT_Is-K-12-blended-learning-disruptive-Final.pdf Acesso em: 02 nov. 2022.

FERNANDES, Carlos Jorge da Silva Correia. MERCADO, Luis Paulo Leopoldo. Identidade, diferença e personalização no ensino híbrido: reflexões em tempos de pandemia, mas para além dela. ETD - Educação Temática Digital, v. 24, n. 1, p. 113-132, 2022. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8665573 Acesso em: 20 out. 2022

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HORN, Michael B.; STAKER, Heather. Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Tradução: Maria Cristina Gularte Monteiro. Porto Alegre: Penso, 2015.

KALANTZIS, Mary; COPE, Bill; PINHEIRO, Petrilson. Letramentos. Campinas: Unicamp, 2020.

KARWOSKI, Acir Mário; BERNARDO, Júlio Cesar Oliveira. Ensino remoto: uma nova distância para a educação superior? REVISTA INTERSABERES, v. 17, n. 40, p. 343-366, 21 abr. 2022. Disponível em: https://www.revistasuninter.com/intersaberes/index.php/revista/article/view/2301 Acesso em: 25 out. 2022.

LAKATOS, Eva Maria ; MARCONI, Marina de Andrade Marconi. Fundamentos de Metodologia Científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

LAMERS, Juliana Maciel de Souza; SANTOS, Bettina Steren; TOASSI, Ramona Fernanda Ceriotti. Retenção e evasão no ensino superior público: estudo de caso em um curso noturno de odontologia. Educação em Revista [online]. 2017, v. 33 Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-4698154730 Acesso em: 20 out. 2022.

LOPES, Julita Batista da Cruz. Formação de professores e ensino híbrido: perspectivas e desafios na educação superior. 2020. 127 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2020. Disponível em: https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/14783 Acesso em: 15 out. 2022

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciência & Saúde Coletiva [online]. 2012, v. 17, n. 3, pp. 621-626. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-81232012000300007 Acesso em: 25 out. 2022.

MORAN, José. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens. Vol. II. Carlos Alberto de Souza e Ofelia Elisa Torres Morales (org.). PG: Foca Foto - PROEX/UEPG, 2015. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/mudando_moran.pdf Acesso em: 16. out. 2022.

NOVAIS, Ivanilda de Almeida Meira. Ensino híbrido: estado do conhecimento das produções científicas no período de 2006 a 2016. 143 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Maringá, Maringá - PR, 2017. Disponível em: http://www.ppe.uem.br/dissertacoes/2017/2017%20-%20Ivanilda%20Novais.pdf Acesso em: 10 set. 2022.

OPAS - Organização Pan-Americana da Saúde. 2020. Histórico da pandemia de COVID-19. Brasília: OPAS, 2020. Disponível em: https://www.paho.org/pt/covid19/historico-da-pandemia-covid-19 Acesso em: 30 out. 2022

REIMERS, Fernando M.; SCHLEICHER, Andreas. A framework to guide an education response to the Covid-19 Pandemic of 2020. 2020. Disponível em: https://read.oecd-ilibrary.org/view/?ref=126_126988-t63lxosohs&title=A-framework-to-guide-an-education-response-to-the-Covid-19-Pandemic-of-2020 Acesso em: 20 out. 2022.

RIGO, Júlia da Silva; CARDOSO, Frederico Assis; HERNECK, Heloisa Raimunda. Da expansão à evasão: as licenciaturas noturnas na UFV. Revista da Faculdade de Educação, v. 32, n. 2, p. 69-86, 2020. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/ppgedu/article/view/4316 . Acesso em: 17 out. 2022.

SÁ, Thiago Antônio de Oliveira. Por que eles se vão? O abandono no ensino superior público pós-expansão do acesso. 2019. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/11514. Acesso em: 17 out. 2022.

SARAIVA, Karla; TRAVERSINI, Clarice; LOCKMANN, Kamila. 2020. A educação em tempos de COVID-19: ensino remoto e exaustão docente. Práxis Educativa, v. 15, p. 1-24, 2020. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/218250 Acesso em: 2 nov. 2022

SENA, Isael de Jesus; PEREIRA, Marcelo Ricardo; LAJONQUIÈRE, Leandro de. Hybrid teaching at the university and enunciation place of professors in the academic-vocational formation. SciELO Preprints, 2022. Disponível em: https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/view/3624 . Acesso em: 24 out. 2022.

SILVA, Kauane Nogueira.; FIGUEIREDO, Márcia Camilo. Curso de licenciatura em química: motivações para a evasão discente. ACTIO: docência em ciências [recurso eletrônico] / Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Programa de Pós-graduação em Formação Científica, Educacional e Tecnológica, v. 1, n. 1, set./dez., 2016-). Curitiba, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2016. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/actio/article/view/7441. Acesso em: 20 out. 2022.

SOUSA, Waleska Dayse Dias; COSTA, Carla Regina; SOUZA, Daniele Cristina de; ORNELLAS, Janaína Faria de; LEMES, Leandro Cruvinel; MOREIRA, Marcos Dionísio; CINTRA, Mariângela Torreglosa Ruiz; ALÉSSIO, Osmar; BURANELLO, Patrícia Andressa de Almeida.; SILVA, Ricardo Souza da; MELO, Alan Lopes; ALVES, Moyses de Oliveira Pereira; CRUZ, Ana Cristina Thiersch; PRATA, Bianca Oliveira Pontes. Evasão em cursos de licenciatura de Ciências Exatas e Naturais. Revista Triângulo, Uberaba - MG, v. 14, n. 1, p. 127-146, 2021. DOI: 10.18554/rt.v14i1.5461. Disponível em: https://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/revistatriangulo/article/view/5461 . Acesso em: 18 out. 2022.

TREVISANI, Fernando de Mello; CORRÊA, Ygor. Ensino híbrido e o desenvolvimento de competências gerais da Base Nacional Comum Curricular. Revista Prâksis, v. 2, p. 43-62, 2020. DOI: 10.25112/rpr.v2i0.2208. Disponível em: https://periodicos.feevale.br/seer/index.php/revistapraksis/article/view/2208 Acesso em: 29 set. 2022.

UNESCO. O Futuro da aprendizagem móvel: implicações para planejadores e gestores de políticas. Brasília, DF: 2014. 64 p. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000228074 . Acesso em: 20 set. 2022.

UNESCO. No Dia da Educação, UNESCO chama atenção para a urgência de ações de enfrentamento após impacto da COVID-19. Unesco, 2020. Disponível em: https://pt.unesco.org/news/nodia-da-educacao-unesco-chama-atencao-urgencia-acoes-enfrentamento-apos-impacto-dacovid-19 Acesso em: 15 set. 2022

VASCONCELLOS, Vera Maria Ramos de; NASCIMENTO DA SILVA, Anne Patrícia Pimentel; DE SOUZA, Roberta Teixeira. O Estado da Arte ou o Estado do Conhecimento. Educação, v. 43, n. 3, p. e37452. 2020. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/37452 Acesso em: 2 nov. 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 ETD - Educação Temática Digital

Downloads

Não há dados estatísticos.